EN | PT

Produtores da bacia do córrego Feio, implantam primeira brigada de combate a incêndios de Patrocínio

Plataforma colaborativa facilita processo entre produtores rurais e órgãos competentes a fim de combater o fogo, maior impacto de degradação da vegetação nativa, e ameaça a produção na bacia do córrego Feio.

Por Consórcio Cerrado das Águas

O Consórcio Cerrado das Águas (CCA) reuniu, no dia 28 de junho, em sua sede, produtores rurais da bacia do córrego Feio, juntamente com representantes do Corpo de Bombeiros, Daepa (Departamento de Água e Esgoto de Patrocínio), Secretaria de Meio Ambiente, IEF, Polícia Ambiental e Promotoria de Justiça de Patrocínio, para iniciar a ativação do Plano de Manejo Integrado do fogo na bacia do córrego Feio, principal fonte de abastecimento hídrico do município.

O plano, que tem como objetivo desenvolver ações e estabelecer processo para o combate às queimadas, sejam elas propagadas pela ação humana, quanto pela ausência das chuvas, em áreas próximas à bacia; definiu de forma conjunta como será o procedimento desde o menor sinal de fogo até casos mais agravantes no entorno córrego.

“Sobre a implementação de uma brigada de incêndio florestal em nosso município, essa demanda faz parte do cronograma de ações de prevenção aos incêndios rurais. Estamos mobilizando empresas, cooperativas, associações e sindicatos rurais que façam o levantamento de pessoas que se disponibilizem para serem treinadas pelo Corpo de Bombeiros para atuarem na primeira resposta aos incêndios florestais. Quando conseguimos chegar no início desta ocorrência, as chances de combate são maiores, logo, essa atitude do CCA em implementar brigada de incêndio no nosso município é muito importante, para todos os cidadãos, bem como para o Corpo de Bombeiros”, avalia Tenente Fábio Soares, do Corpo de Bombeiros.

Demanda necessária

O Consórcio Cerrado das Águas analisou o impacto das queimadas de 2021 na paisagem da bacia do córrego Feio e os resultados mostraram que existem, aproximadamente, 900 hectares, ou seja, um terço da vegetação nativa da bacia, impactado pelo fogo e/ou pela braquiária. Este risco ameaça a qualidade dos serviços ecossistêmicos oferecidos, como por exemplo, a capacidade de infiltração de água do solo.

Para os produtores presentes, esse momento é esperado há muito tempo, sobretudo após a forte seca que ocorreu em 2021 e, consequentemente, a preocupante queimada que durou nove dias.

“Enxergo a iniciativa como um acontecimento grandioso, pois não é a brigada, mas, sim, a primeira brigada que está sendo criada por produtores rurais junto com associações e órgãos públicos para termos o melhor suporte no combate ao fogo na bacia do córrego Feio. Espero que consigamos, com o nosso trabalho, conscientizar a população para que não coloque fogo na região, mas caso ocorra, creio que estaremos muito bem amparados para combater os casos de incêndio”, avalia Cássio Nunes, produtor rural com propriedade na bacia do córrego Feio e integrante do Consórcio Cerrado das Águas.

Foi ouvindo os produtores rurais da bacia, local de atuação do CCA desde 2019, que a plataforma colaborativa mobilizou os órgãos afins e o poder público para a implantação do plano que tem ações proativas e reativas para proteção do local, bem como de conscientização da população, unindo esforços e reunindo todas as partes interessadas na preservação deste importante manancial.

“É de importância fundamental a iniciativa do Consórcio Cerrado das Águas, pois estamos falando do manancial que abastece a população de Patrocínio, logo, a proteção do córrego Feio, através da brigada de incêndio é de suma importância, acho até que demoramos muito para tomar esta providência. Para os produtores rurais vemos que é mais uma ideia de defesa e de proteção. A brigada se mostra como mais um estágio de defesa em que incêndios mais facilmente combatidos podem ser debelados pelos próprios produtores com treinamento que o Corpo de Bombeiros conduzirá e os incêndios que não se encaixam neste quesito serão controlados pela Brigada de Incêndio, e em terceiro caso, o Corpo de Bombeiros. Estamos dando um pontapé inicial, os órgãos presentes se comprometeram, então creio que essa brigada já é uma realidade”, afirma o Promotor de Justiça da comarca de Patrocínio, Dr. Breno Nascimento Pacheco.

Sobre o Consórcio Cerrado das Águas

Criado em 2015, em Patrocínio – MG, o Consórcio Cerrado das Águas tem como objetivo conscientizar produtores da região sobre a importância de seus ativos ambientais por meio do diagnóstico e investimento nos mesmos, garantindo sua preservação a longo prazo.

A iniciativa possui como membros associados as seguintes empresas: Nescafé, Expocaccer, Nespresso, Lavazza, Cooxupé, CofCo, Volcafé, Stockler e Daterra, além das instituições apoiadoras como Federação dos Cafeicultores do Cerrado, CerVivo, Imaflora e IEB – Instituto Internacional de Educação do Brasil.

Em 2019, o projeto piloto recebeu do Fundo de Parcerias para Ecossistemas Críticos (CEPF) o valor de US$400 mil para implementar o programa que irá promover, inicialmente, o investimento e a proteção dos ecossistemas naturais encontrados em mais de 100 propriedades ao longo da bacia do Córrego Feio. A quantia é o maior subsídio já concedido pelo CEPF, que conta com exigentes doadores como a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), União Europeia, Fundo Mundial para o Ambiente (GEF), Governo do Japão e Banco Mundial

______________

Créditos imagem: Arquivo CCA

Reunião para ativação do Plano de Manejo Integrado do Fogo na bacia do córrego Feio.